terça-feira, 15 de setembro de 2009

WIG WAM-Gonna Get You Someday

Wig Wam Rocks!!!
Atualmente existem várias bandas renovando o cenário do HARD ROCK e o WIG WAM é um dos destaques. A curiosidade é que eles são da NORUEGA e apresentam um visual totalmente "glam anos 80" de deixar o POISON com inveja. Mas a maior qualidade é quando o CD começa. O primeiro disco é bom, mas o segundo WIG WAMANIA, de 2006, é um discaço daqueles de se ouvir de ponta a ponta!


Wig Wam 2006 *******



http://www.wigwam.no/

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

McAuley-Schenker Group - Save Yourself





1. Save Yourself
2. Bad Boys
3. Anytime
4. Get Down To Bizness
5. Shadow Of The Night
6. What We Need
7. I Am Your Radio
8. There Has To Be Another Way (Instrumental)
9. His Is My Heart
10. Destiny
11. Take Me Back

Robin McAuley (vocals)
Michael Schenker (acoustic & electric guitars)
Steve Mann (acoustic & electric guitars, keyboards, background vocals)
Rocky Newton (bass, background vocals)
Bodo Schopf (drums)

O guitarrista Michael Schenker fez alguns trabalhos com os grandes U.F.O., mas o seu trabalho solo de Michael Schenker Group ficou marcado. Ele junto com o vocalista Robin McAuley para formar os McAuley-Schenker Group, que ainda fez a abreviatura MSG de forma comum possível. McAuley é indiscutivelmente o melhor vocalista Schenker tem trabalhado com a sua carreira solo. Schenker a sua proeza é notável e a de voz McAuley é ofuscada por vezes nas composições do grupo. Juntando-se McAuley/Schenker em 1989 para fazer Save Yourself com o guitarrista e tecladista Steve Mann, Rocky Newton baixista e o baterista Bodo Schopf. Save Yourself nas partes de guitarra são notavéis principalmente para o hit "Anytime", uma canção fantástica com canto apaixonado e bem executado. "Anytime" está anos luz à frente do resto das músicas do Save Yourself, mas alguns deles tem seu mérito. "Bad Boys" é típico do final da década de 80 pop-metal, o que significa que é uma diversão, uma mensagem bem no cume da arena-rock. "Shadow of the Night" é escura e ninhada, . O instrumental bem arranjado "There has to be another way" é, previsivelmente, um dos melhores cortes aqui. "This Is My Heart" é um excelente exemplo de meticulosamente organizados no hard rock melódico. A faixa bônus do CD "Take Me Back" tem uma melodia forte e baseia-se fortemente na guitarra base e violão.


McAuley-Schenker Group - Save Yourself

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Videoclips Hard Rock III

White Lion - Radar Love (Big Game 1989)
video
White Lion - Little Fighter (Big Game 1989)
video
Hardline - Hot Cherrie (Double Eclipse 1992)
video
Dangerous Toys - Teasen'n'pleasen (Dangerous Toys 1989)
video
Giant - I'm A Believer (Last Of Runaways 1989)
video
Firehouse - Reach For The Sky (Hold Your Fire 1992)
video
Iggy Pop - Cold Metal (Instinct)
video
Britny Fox - Girlschool (Britny Fox 1988)
video
Britny Fox - Long Way To Love (Britny Fox 1988)
video
Kingdom Come - Do You Like It (In Your Face 1989)
video
Kingdom Come - Get It On (Kingdom Come 1988)
video
Bad Company - Holy Water (Holy Water 1990)
video
Bad Company - How About That (Here Comes Trouble 1992)
video
Tesla - Hang Tough (The Great Radio Controversy 1989)
video
Alice Cooper - House Of Fire (Trash 1989)
video

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Original Motion Picture Soundtrack Mad Max: Beyond Thunderdome




OST Mad Max Beyond Thunderdome Soundtrack

Se és um fan de Tina, não podes deixar de passar este som Mad Max Beyond Thunderdome, Tina Turner Rocks!. Nele encontras duas das suas melhores canções. O enorme sucesso (e uma das músicas tem a sua assinatura) We Don't Need Another Hero e One of the Living. Você pode encontrar We Don't Need Another Hero em coletâneas, mas boa sorte encontrar One of the Living. Vais encontrá-lo apenas neste álbum. Outra coisa porreira sobre este disco é a versão instrumental de "We Don't Need Another Hero. É suave, sexy e podes realmente apreciar os vocais incríveis que Tina fez sobre este tema. Experimente e cantar o "É tudo ou nada" parte da canção durante a versão instrumental e ver se te consegues comparar com a Tina. Bônus adicional: o desenho grande da Tina como tia e, claro, Mel. O saldo do álbum é a música de fundo para o filme. Bartertown é um tema bastante interessante. Maurice Jarre foi o autor (o pai de Jean Michell Jarre) , ainda com The Children e Coming Home. Com apenas duas músicas de Tina, eles tiveram que preencher o resto do álbum com alguma coisa. A trilha sonora de Mad Max Beyond Thunderdome de Maurice Jarre esta magnifica.

domingo, 6 de setembro de 2009

Helloween - Chamaleon





Chameleon


O que as pessoas pensam sobre este álbum?
. Na primeira vez que ouvi, eu não gostava nada dele, porque não era metal é claro!. As pessoas parecem olhar para este álbum como um album de Helloween em decadencia "e que todos eles pensam que é de muito pop / rock e metal não é suficiente". Discordo totalmente, e especialmente nos dias de hoje, quando eu comecei a ser mais aberto com a música. Na minha opinião, Helloween faz este tipo de música grande e muito melhor do que a maioria das outras bandas. A ousadia de fazer algo diferente é ter sucesso (é o que eu acho) é tão diferente para as bandas de power metal, Hammerfall, por exemplo, não quer e não seria capaz de criar algo como isto.

Os ingredientes extra que faz com que este se destacar outro bem pop / rock material é:
1. Os musicos. Roland Grapow é um gênio, eu gosto seu trabalho de guitarra. Michael Weikath é um grande músico, sua composição é tão grande neste gênero como no power metal. Ingo (RIP) é um dos meus bateristas favoritos, ele realmente é subestimado. As linhas de baixo não são significativos, mas definitivamente não é ruim, e diferente de um monte de power metal que você pode realmente ouvir o baixo. O piano interpretado por Tommy Hansen (?) É a regra arranjos orquestrais. Além disso, Kiske é o meu vocalista preferido de sempre. Novamente, o trabalho de guitarra impressionante e grandes solos de guitarra (vejam o I Don't Wanna Cry No More).
2. O espírito Helloween ainda está lá (confira a faixa obrigatória humor, Crazy Cat)

A letra das musicas é realmente grande, às vezes, mas em alguns dos temas são realmente ruins tipo: Crazy Cat não é muito inteligente, pela primeira vez é muito pateta, I Don't Wanna Cry No More (fala do irmão Roland que tinha morrido) A produção não é nada extraordinário, mas não é mau de todo como Pink Bubbles.

Ressumindo só para dizer que este é um dos álbuns mais originais e interessantes feitas por uma banda de power metal e é um dos meus favoritos de sempre. Este album para mim é como se fosse o primeiro album de Kiske a solo.
Algumas músicas para conferir: Giants e First Time (o único verdadeiro poder "músicas" de metal), as baladas extraodinarias Windmill e Longing e, bem ... praticamente todo o álbum!

Um disco transgressor, sem denominações, e que mostrou uma banda livre das amarras dos padrões e chavões do heavy metal, o que é próprio das obras-primas. Esse trabalho também marcou a despedida de Michael Kiske, que seguiu carreira solo, e de Ingo Schwichtenberg, que deixou a banda em 1993 e suicidou-se em 1995 aos 29 anos.

Os Helloween nunca mais foram os mesmos depois da saida de Kiske, para o lugar dele entrou Andy Deris (uma voz de cana raxada) que mostra alguma criatividade nas composicões, que obrigatoriamente tiveram de voltar ás amarras e á rotina do Power Metal.

Um dos discos mais sensacionais, imperdível e imprescindível de todos os tempos!

sábado, 5 de setembro de 2009

Steve Stevens - Atomic Playboys




Steve Stevens - Atomic Playboys

Track listing
1. Atomic Playboys
2. Power of Suggestion
3. Action
4. Desperate Heart
5. Soul on Ice
6. Crackdown
7. Pet the Hot Kitty
8. Evening Eye
9. Woman of 1000 Years
10. Run Across the Desert Sands - (instrumental)
11. Slipping Into Fiction

Details
Contributing artists: Anton Fig, Fiona, Kasim Sulton, Perry McCarty, Phil Ashley, Thommy Price
Distributor: Phantom Import Distributi
Recording type: Studio
Recording mode: Stereo
SPAR Code: n/a

Album notes
Producers: Beau Hill, Ted Templeman, Steve Stevens.
Recorded at Right Track Studios, New York, New York; The Enterprise Studios & Village Recorder, Los Angeles, California.
ATOMIC PLAYBOYS is the 11-song 1989 release from Steve Stevens, former guitarist for Billy Idol, highlighted by the title track.

'Atomic Playboys "foi primeiro album a solo Steve Stevens" após abandonar a tour de Billy Idol. Entrou no álbum de Michael Jackson "Bad" na faixa "Dirty Diana", bem como fornecendo a parte da guitarra para o principal tema [por Harold Faltermeyer] no filme "Top Gun", que gerou um milhão de imitações em filmes de ação durante a próxima década ou assim. entanto, Steven decidiu ir sozinho e este álbum mostra que ele realmente era o principal director musical em bandas que ele esteve envolvido com prévia e posterior liberação para isso. "Atomic Playboys" é um álbum muito longe de "Rebel Yell" ou "Whiplash Smile". Claro, é Hard Rock! , desde os álbuns Idol que tem vindo a tocar mais pop/rock, mas Stevens como líder oferece muito mais de três acordes, esta é basicamente uma liberação que é certo para satisfazer qualquer fã de hard rock comercial e trabalho de boas malhas de guitarra. Stevens é apoiado musicalmente pelo incógnitas relativamente de Perry McCarty [vocais], Thommy Price [bateria] e Phil Ashley [Teclas] com Stevens fornecendo todas as guitarras, baixo e vocais em 'Woman Of 1000 Years ". O álbum soa muito bem e foi produzida por Beau Hill (Winger, White Lion etc...)

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Adelaide Ferreira - Fast And Far





LP DUPLO ( 2 Discos) de ADELAIDE (sonoridade HEAVY METAL) intitulado " FAST AND FAR - AMANTES E MORTAIS " editado em 1989 por MBP , gravado em Lisboa e França , com produção de Jean Louis Milford dos Century . ADELAIDE É : ADELAIDE FERREIRA - voz e LUÍS FERNANDO - guitarras, harmónica . Músicos Adicionais : Rui Alves - bateria ; Nani Teixeira - baixo ; Arnaud Dunoyer De Segonzac - teclas . Um dos discos é intitulado " FAST ' N ' FAR " e cantado em inglês com os temas : " FAST AND FAR / RUNNING FOREVER / ALL THE TEARS WE CRIED / SAMMY / SILENT WORDS / CRAZY / STRANGER / MONTY CARLO / CARRIE / THE RETURN OF MR. RUBIROSA " . O outro disco é intitulado " AMANTES E MORTAIS " , é cantado em português e inclui os temas " AMANTES E MORTAIS / VEM DANÇAR / DAVA TUDO / MARLENE / NA MAIOR / SÃO LOUCOS / SEM MEDOS / QUEM NÃO VÊ CARAS / CARRIE / O REGRESSO DO SR. RUBIROSA "



Adelaide Ferreira - Fastnfar

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Rokken With Dokken

Into The Fire
video
Walk Away
video
It´s Not Love
video
In My Dreams
video
Heaven Send
video
Dream Warriors
video
Breaking The Chains
video
Dokken- Burning Like A Flame
video
Alone Again
video
Just Got Lucky
video
The Hunter
video
Don Dokken - Mirror Mirror (Up From The Ashes 1990)
video
Don Dokken - Stay (Up From The Ashes 1990)
video

http://www.myspace.com/dokken
http://www.dokken.net

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Hot Stuff - Kind Of Crime




Hot Stuff - Kind Of Crime


Os Hot Stuff juntaram-se em Portugal no início do anos 90, embora sendo todos Brasileiros.
Com a ideia de formar uma banda de Hard Rock em Portugal, cantando em Inglês (é preciso coragem)
O baterista, Rodrigo Leal, que é filho do cantor português, mas radicado no Brasil, Roberto Leal, que deve ter sido o fundador da banda. Com o vocalista Marcelo Lários e o guitarrista Solly Hazan, no baixo o português Mário Peniche, mas logo foi substituído pelo brasileiro Fábio Zaganin.
Este "Kind Of Crime" um bom disco Hard Rock , destacando-se as composições e o excelente trabalho de guitarra, além dos backing vocals muito bem harmonizados. A banda tem várias influências, de Glam Rock misturando Funk Rock, parecido com Extreme.
Quanto aos Hot Stuff, foi uma época memorável, muito boa mesmo, mas o timing não foi dos melhores, o grunge estava a ficar na moda e o Hard Rock estava condenado a desaparecer (felizmente nunca completamente). Até tiveram dois videoclips na televisão, que é mais do que muita gente alguma vez teve, dentro deste genero de musica em Portugal.
No segundo e último álbum, Things Like That, lançado em 1994, os vocais foram assumidos pelo brasileiro Mauro Coelho. Este album está disponivel para download no site do Rodrigo Leal http://www.rodrigoleal.net/

Marcelo Larios lead vocals
Solly Hazan acoustic guitar
Rodrigo Leal drums, backing vocals
Mario Peniche bass guitar


1. Kind of Crime 3:54
2. On My Phone 5:18
3. Informer 3:57
4. Together Someday 5:53
5. Hot Stuff 4:33
6. Good for Me, Bad for You 3:21
7. Billy Boy 3:24
8. The Sun, Not the Rain 5:08
9. Little Angel 4:51
10. If I Cry 4:57
11. Mysery 4:53

Total Running Time: 50:09

Category: Hard Rock

Year: 1993

terça-feira, 1 de setembro de 2009

EZO - Fire Fire






EZO-Fire Fire


1. "Love Junkie" – 4:44
2. "Night Crawler" (EZO/Chris Gates/Jody Gray/James Palace) – 4:21
3. "Fire Fire" – 5:51
4. "Wild Talk" – 4:37
5. "Burn Down the Night" – 4:39
6. "Black Moon" – 3:54
7. "Back to Zero" – 4:23
8. "Cold Blooded" (EZO/Jody Gray/James Palace/Stephen Galfas) – 3:59
9. "She's Ridin' the Rhythm" (EZO/Jody Gray/James Palace) – 3:54
10. "Streetwalker" (EZO/Jody Gray/James Palace) – 4:15
11. "Million Miles Away" (EZO/Chris Gates/Jody Gray) – 3:49

* All songs by EZO/Jody Gray except where indicated

Released 1989
Genre Heavy metal
Label Geffen Records

* Masaki Yamada: Vocals
* Taro Takahashi: Bass
* Hiro Homma: Drums
* Shoyo Iida: Guitar

* Produced by Gene Simmons

A primeira banda de metal japonês a fazer uma boa impressão nos Estados Unidos foi Loudness (apesar de pouco tempo, em meados dos anos 80),
O grupo EZO foi formado no início dos anos 80 com uma programação que constou de membros Masaki Yamada nos vocais, Shoyo Iida na guitarra, Taro Takahashi no baixo, e Hiro Homma na bateria, e emitiu um par de gravações com o nome de Balzabouth no Japão. Pouco depois de mudar-se para os E.U a banda chamou a atenção do baixista dos Kiss / Gene Simmons, que assinou contrato com o grupo , Simmons Records. Simmons produziu o album auto-intitulado EZO em 1987 , e assinam pela Geffen, enquanto o grupo lançou um segundo álbum dois anos mais tarde com este Fire Fire. Ambos os álbuns não conseguiram romper para o mainstream e o quarteto se separou pouco tempo depois. Alguns anos mais tarde, ambos Yamada e Homma viria a toranarem-se membros do grupo japonês Loudness pioneiros do metal.

Fire Fire é o segundo lançamento e ultimo deste quarteto de Hard Rock . A banda perdeu seu negócio com a Geffen e separou-se após esse disco ter sido lançado. O seu paradeiro actual é desconhecido. Fire Fire é um registo na grande época do "Hair Metal". Este album mostra-se com uma excelente procução. As músicas caem entre em algum lugar entre hard rock e heavy metal, e está na veia do Loudness. Shoyo Iida, não decepciona neste registro com um excelente trabalho na guitarra. Masaki Yamada é um cantor acima da média / screamer.

Fire Fire é um registro muito bom para a maior parte dos fans de Hard-Rock. Temas preferidos são Love Junkie, o título Fire Fire, Streetwalker, e claro o mais conhecido Million Miles Away.

Ambos os registos dos EZO é uma tarefa dificil de encontrar. Se você é capaz de agarrar qualquer um, a um preço decente, pode fazê-lo. Eles estão a preços baixos no Ebay e Amazon.com. Happy Hunting!